Páginas
TwitterRssFacebook
Seções

Publicado por em abr 19, 2017 em Notícias | 0 comentários

Filme Outro Sertão abre Sessão Abraccine em Porto Alegre

A Associação Brasileira de Críticos de Cinema promove a segunda edição nacional da Sessão Abraccine com exibição e debate do documentário Outro sertão, de Adriana Jacobsen e Soraia Vilela. Resultado de mais de dez anos de pesquisa sobre o turbulento período em que Guimarães Rosa viveu na Alemanha, o filme, premiado no Festival de Brasília e Mostra de São Paulo, será visto em dez cidades brasileiras, começando por Porto Alegre, no dia 25 de abril. A sessão acontece na Cinemateca Paulo Amorim e o debate contará com a presença do professor Arthur Telló, da PUCRS, e dos críticos Willian Silveira e Mônica Kanitz, vice-presidente da Accirs.

Outro Sertão_crítico literário

Outro sertão rastreia os quatro anos vividos por Guimarães Rosa em Hamburgo. Imagens, em grande parte feitas por amadores alheios à estética oficial da propaganda nazista, esboçam o cenário no qual Guimarães Rosa viveu desde sua chegada na Alemanha, em 1938, até sua partida em 1942. Trechos de cartas, contos e anotações em off revelam suas impressões pessoais. Documentos inéditos (alemães e brasileiros) e testemunhos de judeus que fugiram para o Brasil por Hamburgo, bem como de amigos e críticos, recriam a experiência do diplomata na Alemanha nazista.

Realizado após mais de dez anos de pesquisas na Alemanha, Brasil, Israel e Portugal, o filme registra a relação de Guimarães Rosa com a cultura alemã desde sua infância, bem como sua atuação como diplomata em um momento crítico da história mundial. Além de revelar um conteúdo histórico desconhecido e de grande relevância, o documentário traz uma entrevista inédita, realizada com João Guimarães Rosa na década de 1960 na Alemanha, na qual ele próprio fala de sua obra e de sua atuação como escritor e diplomata. Até então, não se tinha conhecimento de praticamente nenhuma imagem em movimento do escritor.

Outro sertão apresenta a visão deste que foi o único escritor latino-americano a viver na Alemanha durante o nazismo. Imagens de época esboçam um cenário no qual Guimarães Rosa viveu, que se contrapunha à imagem positiva do país que o escritor iniciante, ex-aluno de um colégio de padres alemães em Belo Horizonte, mantinha desde a infância. E que levanta a questão: em que sentido a vivência neste “outro sertão” – árido e difícil – foi fundamental para a constituição da obra daquele que foi um dos maiores escritores brasileiros do século 20?

Nesta segunda edição, a Sessão Abraccine amplia um circuito que até então contava com quatro cidades. “A produção no país continua forte, mas a reflexão cinematográfica, fundamental para a construção de uma identidade brasileira nas telas, vem sofrendo um grande déficit, com filmes entrando e saindo de cartaz sem o devido debate”, diz o presidente da Abraccine, Paulo Henrique Silva, ao enfatizar que a Sessão Abraccine busca preencher esse vazio.

Programação
25/4, 19h – Cinemateca Paulo Amorim (Porto Alegre-RS); debate com o professor Arthur Telló (PUC-RS) e os críticos Willian Silveira e Mônica Kanitz.
25/4, 19h – Cinema São Luiz (Recife-PE); debate com o professor Cláudio Bezerra, a escritora Renata Pimentel e mediação do crítico Luiz Joaquim.
25/4, às 20h – Cinema do CIC (Florianópolis-SC); debate com o tradutor Berthold Zilly, a professora de cinema Marcia Paraíso e o crítico e tradutor José Geraldo Couto
26/4, às 18h30 – Sala Walter da Silveira (Salvador-BA); debate com o crítico João Paulo Barreto (A Tarde), a professora Evelin Balbino (UFBA) e o crítico e programador Adolfo Gomes.
26/4, às 18h30 – Cine Olímpia (Belém-PA), seguido de debate com o crítico e programador Marco Antônio Moreira.
2/5, às 20h30 – CineSesc (São Paulo-SP); debate com a diretora do filme, Soraia Vilela e o crítico Orlando Margarido
3/5, às 14h – Cine Aruanda / UFPB (João Pessoa–PB); debate com os críticos João Batista de Brito e André Dib
6/5, às 14h – Cine Arte Pajuçara (Maceió-AL); debate com os professores Susana Souto (UFAL), Marcelo Marques (IFAL), David Lopes Silva (UFAL/Arapiraca), Chico Torres e Tatiana Magalhães (Mirante Cineclube)
9/05, às 19h – Cine UFPel (Pelotas – RS); debate com as professoras Ivonete Pinto e Cláudia Fonseca (UFPel)
14/05, às 18h30 – Cine São José (Afogados da Ingazeira-PE), em parceria com 3ª Mostra Pajeú de Cinema; debate com o professor José Rogério Oliveira (Fapopai) e o crítico André Dib.

Post a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>