Páginas
TwitterRssFacebook
Seções

Publicado por em jun 9, 2017 em Dossiês | 0 comentários

Dossiê :: Toni Erdmann

tonierdmann2A comédia dramática Toni Erdmann ganhou no Festival de Cannes 2016 o prêmio Fipresci de melhor filme. Produção austro-alemão dirigida e escrita pela cineasta Maren Ade, foi representante da Alemanha ao Oscar de melhor filme estrangeiro em 2017.

Um ator sessentão, interpretado por Peter Simonischek, decide restabelecer contato com a filha, para quem foi um pai distante. Ela, vivida por Sandra Hüller, é uma executiva ocupada e estressada, sem tempo para as emoções saudosas do pai. Disposto a quebrar suas defesas emocionais,  incorpora o personagem que dá título ao filme e irrompe na vida da filha criando situações embaraçosas e cômicas.

Toni Erdmann foi lançado em Porto Alegre em fevereiro de 2017  e recebeu resenhas críticas de associados da Accirs, este dossiê reúne alguns desses textos.

Toni Erdmann, de Maren Ade, por André Kleinert
Blog Anti-dicas de Cinema, 15 de fevereiro de 2017.

Toni (e Elle) no topo do mundo, por Leonardo Bomfim
Blog Textos, Críticas e Anotações sobre Cinema, 2 de junho de 2017.

Toni Erdmann, por Pedro Henrique Gomes
Site Vós Pessoas no Plural, 17 de fevereiro de 2017.

O ogro vem da Alemanha, por Roger Lerina
Jornal Zero Hora, 11 de fevereiro de 2017.

As máscaras em que vivemos , por Renato Cabral
Texto especial  para o site da Accirs, 7 de junho de 2017.

Toni Erdmann, por Thomás Boeira
Texto especial para o site da Accirs, 5 de junho de 2017.

Post a Reply

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>